Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Ferramentas Pessoais
  • Programa Marco para a Gestão Sustentável dos Recursos Hídricos da Bacia do Prata, Considerando os efeitos decorrentes da variabilidade e Mudanças Climáticas
Você está aqui: Página Inicial / A Bacia do Prata / Hidrografia

Hidrografia

Um continente de água

A hidrografia da Bacia do Prata é formada por três grandes sistemas hídricos: o rio Paraná, o rio Paraguai e o rio Uruguai, além do rio da Prata propriamente dito, no qual alguns rios menores drenam  suas águas. O rio Paraguai é afluente do rio Paraná, e este se une com o rio Uruguai para formar o rio da Prata. As áreas de drenagem de cada um deles formam as principais sub-bacias do sistema.

O rio Paraná e o rio Paraguai têm um percurso de norte a sul e formam um eixo que divide a Bacia do Prata em duas partes: a leste existe uma rede fluvial densa, com rios caudalosos, e a oeste a contribuição vem das planícies, com baixa vazão.

mapa sub cuencas

Mapa de Sub-bacias 
As quatro principais sub-bacias da Bacia do Prata: Paraná, Paraguai, Uruguai e a própria do rio da Prata.

 

Bacia do Rio Paraguai

 

Um terço da Bacia do rio Paraguai está situada no Brasil, outro terço no Paraguai, e o restante se divide entre a Argentina e a Bolívia em partes aproximadamente iguais. A Bacia do Paraguai se estende quase totalmente por uma imensa planície aluvial, com pouca pendente e extensas planícies de inundação.

O rio Paraguai nasce na Chapada do Parecis, no Brasil, e após percorrer 2.550 km desemboca no rio Paraná, na altura da cidade de Resistência, na Argentina.

As características principais da Bacia do Paraguai são a natureza aluvial do terreno das margens, o enorme volume de material sólido transportado pelo rio Bermejo e os remansos produzidos pelas águas do rio Paraná, que ocasionam irregularidade em seu regime fluvial e transformações em sua variação interanual.

 

Bacia do Rio Paraná

 

O rio Paraná é o rio mais importante do sistema devido à sua vazão, à extensão da sua área tributária, à longitude do seu curso, entre outras. Percorre 2.570 km desde a sua origem na confluência dos rios Paranaíba e Grande, no Brasil, até sua desembocadura no rio da Prata. Se a isso se somar a extensão do rio Paranaíba, seu afluente principal, o rio Paraná chega a ter 3.740 km.

O Paraná superior está situado no Brasil. O traço mais característico da região é a presença de planaltos escalonados. Seu leito também apresenta desníveis em sua pendente nos saltos de Urubupungá e Guaíra, onde o rio corta a Serra de Maracaju, além de outras quedas menores.

Sua largura é variável. Depois de receber o rio Paraguai, o rio Paraná desce com leve pendente até a desembocadura e a largura diminui. No percurso médio e inferior, o leito principal apresenta numerosas ilhas, disseminadas ao longo do curso.

A cerca de 320 km da sua desembocadura se inicia o delta, que abrange uma extensa zona de 14.100 km² entre as províncias argentinas de Buenos Aires e Entre Ríos. Tem uma largura que varia entre18 km e 61 km e se caracteriza pelo avanço frontal devido à extraordinária quantidade de sedimentos que transporta. O delta é constituído por numerosas ilhas, cruzadas por inúmeros braços, riachos e canais através dos quais o espetacular derrame da Bacia do Paraná se descarrega no rio da Prata.

O delta é uma zona com características peculiares e rica em biodiversidade. No entanto, o delta tem baixa densidade de população devido ao efeito combinado das enchentes do rio Paraná e do rio Uruguai, além das enchentes das marés do rio da Prata, causadas pelos ventos do sudeste, que o convertem em uma zona inundável.

 

Rio Uruguai

 

O rio Uruguai nasce no estado de Santa Catarina, no Brasil. A partir das nascentes do Pepiri-Guaçu passa a ser o limite entre a Argentina e o Brasil. Um de seus afluentes, o rio Cuareim, forma o limite entre o Brasil e o Uruguai. O rio Uruguai é um rio eminentemente irregular, consequência da irregularidade das chuvas que caem em sua bacia.

Antes da sua confluência com o rio Paraná no rio da Prata, o rio Uruguai, a menos de 100 km de sua desembocadura, recebe as águas do rio Negro.
 

Rio da Prata

 

O rio da Prata é formado a partir da confluência do rio Uruguai e do rio Paraná-Guaçu, afluente do rio Paraná. Sua ampla desembocadura chega a 250 km de extensão, entre o cabo San Antonio, na costa argentina e o cabo Santa María, na costa uruguaia, perto de Punta del Este.

O rio da Prata é o limite entre a Argentina e o Uruguai. Suas costas têm numerosos portos, alguns deles muito importantes, como os portos de Buenos Aires, Montevidéu e La Prata.

rio da prata
Foto aérea do rio da Prata
As águas do rio da Prata formam um estuário largo que banha a costa argentina e a costa uruguaia

 

Share |